domingo, 1 de julho de 2018

VOCÊ E A REENCARNAÇÃO

A reencarnação é o retorno da alma à Terra, repetidas vezes, no corpo humano. Somente essa doutrina explica as aparentes injustiças da vida. É a verdade eterna.
Na sucessão dos nascimentos, o homem adquire experiências e conhecimento acerca de si mesmo e do seu destino. Pela reencarnação aprende-se que " O homem colhe aquilo que semeia,"
Toda vida é eterna. A lei da justiça é infalível. 
Não há um pensamento, uma palavra ou uma ação que não tenha o seu eco. Para possuir, dê. Você tem de saber disso. O homem cria as causas e a lei cármica ajusta os efeitos. Você tem liberdade de escolher entre o bem e o mal.
Portanto, o melhor esforço está no aperfeiçoamento próprio. É isso que importa, afinal de contas? A instrução é o tesouro da alma. Mas que aproveita o homem possuir um tesouro e não usá-lo em boas ações?
O desenvolvimento da nossa acuidade espiritual faz brilhar a luz dentro de nós.  Não basta ao homem espiritualizar-se, Ele deve aplicar e demonstrar a sua espiritualização. Viver é dar.
Deus enviou-nos, a cada um de nós, para ser um trabalhador do Seu Reino. O fruto da cultura é semeado em obras para a generosidade de Deus no mundo.
De outro lado, o conhecimento é como a semente; a que cai no coração aberto, produz o fruto da perfeição.
Se a nossa fé em Deus for suprema, Deus retribui na mesma medida.
A justiça o exige e, assim, o entendemos. Destinamo-nos à felicidade aqui ou além se, acima de tudo, proporcionarmos a felicidade ao nosso semelhante. Essa é a lei de causa e efeito - renascimento.
De que serve o conhecimento inativo?
Dê amor à Humanidade e você receberá amor, em todas as suas manifestações.
Todo ser humano é rodeado de oportunidades sem-fim e de infinitas possibilidades. A lei cármica retribui a você do modo como você a recebe. Procure conhecer-se e praticar as boas ações sempre. Experimente.

Ernest O'Brien

Do livro: Entre Irmãos de outras Terras. FEB
Psicografia: Waldo Vieira

domingo, 10 de junho de 2018

VOLTARÁS AMANHÃ

Não repouses na gleba de possibilidade que o Divino Amor te confiou ao coração da Terra.
Voltarás amanhã para colher o que hoje semeias.
Ninguém te pede milagres de santidade num dia 
A árvore vigorosa não cresceu de improviso.
A cidade em que renasceste não se levantou de repente.
Tudo se desenvolve, minuto a minuto... 
A vida impõe-te "agora" as consequências do "antes".
Somo hoje no espaço e no tempo, a projeção do que fomos...
Se a dor é a tua mestra constante, agradece-lhes o serviço e aprende a lição. Ela é o recurso invisível 
com que a Bondade do Senhor te arrebata ao labirinto das sombras de ti mesmo.
Se recebeste alguma facilidade para atravessar, com êxito, a escura região terrestre, não te confies à preguiça ou à vaidade, para que o sofrimento não seja convidado a desintegrar a gelada neblina em que te sepultarás sem perceber.
A oportunidade passa, mas a luta adiada volta sempre.
Amanhã reencontrar-te-às contigo mesmo, na paisagem que o mundo te oferece, nos ideais que esposas, nos trabalhos confiados à tua mão ou pessoa do próximo que honras ou menosprezas...
Cumpramos, agora, os nossos iluminados deveres à face da Lei Convertamos nossa experiência pessoal em serviço a todos, transformando as horas, que Deus nos empresta, em bençãos de utilidades, beleza, graça e harmonia e o futuro constituir-se á para nossa alma em abençoado e celeste caminho de ascensão.
Não critiques destruindo.
Não julgues o mal por mal.
Não firas a ninguém.
Não revides os golpes da sombra para que te não demores nas malhas da treva.
Não retribuas ofensa por ofensa, amargura por amargura, incompreensão por incompreensão.
Ama, auxilia e passa, e quando regressares à Terra, amanhã, o mundo receberás teus pés, em chuva de bençãos.


Emmanuel

Do Livro Instrumentos do Tempo. GEEM
Psicografia: Francisco C. Xavier



segunda-feira, 23 de abril de 2018

REPARAS ONDE MORAS

A terra é precioso domicílio da Lei do Senhor onde cada criatura edifica o plano em que passa a viver.
O usuário sofre na fuma da miséria.O delinquente suporta o desvão do remorso.
O insensato grita no inferno da loucura.
O preguiçoso chora no sótão da necessidade. 
O intolerante reside no serpentário da aversão.
 O egoísta detém-se no cárcere das trevas.
O rico displicente carreta a cruz da responsabilidade.
O pobre inconformado respira no purgatório da angústia.
O simples de coração cresce no templo da paz.
O semeador do progresso vive ao sol da prosperidade.
O servidor fiel repousa na consciência tranquila.
O amigo do estudo mora no lar do conhecimento.
Reparas onde resides.
Cada espírito respira na faixa da claridade ou sombra, de dor ou alegria a que se acolhe através da atitude que assume perante a vida.
Não te percas na contemplação prematura das paisagens Celestiais, sem haver pago à Terra tributo de serviço que lhe devemos.
Faze de tua existência um campo educado no bem para a colheita do amor e a própria casa terrestre em que estagias se transformará para os teus pés em sublime degrau de acesso às moradas abençoadas da Luz.

Emmanuel

Do livro: Moradias de Luz CÉU 
Psicografia: Francisco C.Xavier 

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

TRABALHO E RIQUEZA

O corpo terrestre é valioso instrumento de formação da verdadeira riqueza.
Mobiliza-o em teu próprio favor, no fecundo campo da vida.
Tens o primoroso equipamento do cérebro .
Aprende a produzir com ele pensamentos que te enobreçam a estrada, conquistando o apreço e a estima dos semelhantes em teu próprio benefício.
Possuis tesouro dos olhos.
Movimenta-o no serviço e no estudo, provendo o próprio espírito de mais amplos valores, no setor do conhecimento que te aprimore.
Dispões da felicidade dos ouvidos.
Emprega-os na aquisição de ensinamentos edificantes que te possa, clarear o futuro.
Contas com a bênção da língua.Usa-lhe as possibilidades, emitindo o verbo sadio e fraternal, que te assegure a confiança e a simpatia dos outros.
Reféns contigo e a simpatia dos outros.
Reténs contigo o patrimônio dos braços.
Aplica-o na plantação do bem e surpreenderás abundantes colheitas de prosperidade e a alegria.
Guardas contigo o escrínio do coração.
Estende-lhe os recursos para escolher da vida os júbilos do amor, alicerce da ventura sonhada.
Nem sempre o corpo será um cruz a regeneração da alma.
Na maioria das circunstâncias, é a ferramenta com que o espírito pode talhar os mais altos destinos.
Não te preocupes  com o problema da abastança ou da carência de utilidades materiais, porque a riqueza e pobreza, à frente da Lei Divina, muitas vezes, apenas significam oportunidades de aperfeiçoamento e elevação.
Somente o trabalho sentido e vivido é capaz de gerar a verdadeira fortuna e acrescentá-la infinitamente e, por isso, amando a tarefa que o Senhor te confiou por mais inquietante ou singela, vale-te do tempo para enriquecer-te hoje de luz e amor, compreensão e merecimento, a fim de que o tempo não te encontre amanhã de coração fatigado e de mãos vazias.

Emmanuel

Do Livro: Dinheiro - FEB
Psicografia: Francisco C. Xavier

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CONTINUA SERVINDO

Supera todos os obstáculos e continua servindo.
Que a dor não te incomode além da justa preocupação.
Não repares, excessivamente, nos fenômenos que te acometem o corpo em constante desgaste.
É natural que o tempo te imponha limitações aos movimentos.
Harmoniza os teus pensamentos  e o teu espírito terá ascendência sobre a forma física em que te expressas.
Mesmo de saúde combalida, cumpre, na medida do possível, com as tuas obrigações cotidianas.
A inércia voluntária costuma ser fator agravante das chamadas doenças psicossomáticas.
Não repouses, pois, além do que te seja necessário ao pronto restabelecimento.
Se for o caso, reduze, sim, as tuas atividades, mas não as deixeis de todo.
Embora a passos vacilantes, caminha sempre.
O corpo acamado não te pode impedir de pensar no bem e de desejá-lo.
O espírito consciente encontra mil modos de ser útil e dinamizar a própria Vida. 


Irmão José

Do livro: Dias Melhores, LEEPP
Psicografia: Carlos A Baccelli