segunda-feira, 23 de abril de 2018

REPARAS ONDE MORAS

A terra é precioso domicílio da Lei do Senhor onde cada criatura edifica o plano em que passa a viver.
O usuário sofre na fuma da miséria.O delinquente suporta o desvão do remorso.
O insensato grita no inferno da loucura.
O preguiçoso chora no sótão da necessidade. 
O intolerante reside no serpentário da aversão.
 O egoísta detém-se no cárcere das trevas.
O rico displicente carreta a cruz da responsabilidade.
O pobre inconformado respira no purgatório da angústia.
O simples de coração cresce no templo da paz.
O semeador do progresso vive ao sol da prosperidade.
O servidor fiel repousa na consciência tranquila.
O amigo do estudo mora no lar do conhecimento.
Reparas onde resides.
Cada espírito respira na faixa da claridade ou sombra, de dor ou alegria a que se acolhe através da atitude que assume perante a vida.
Não te percas na contemplação prematura das paisagens Celestiais, sem haver pago à Terra tributo de serviço que lhe devemos.
Faze de tua existência um campo educado no bem para a colheita do amor e a própria casa terrestre em que estagias se transformará para os teus pés em sublime degrau de acesso às moradas abençoadas da Luz.

Emmanuel

Do livro: Moradias de Luz CÉU 
Psicografia: Francisco C.Xavier 

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

TRABALHO E RIQUEZA

O corpo terrestre é valioso instrumento de formação da verdadeira riqueza.
Mobiliza-o em teu próprio favor, no fecundo campo da vida.
Tens o primoroso equipamento do cérebro .
Aprende a produzir com ele pensamentos que te enobreçam a estrada, conquistando o apreço e a estima dos semelhantes em teu próprio benefício.
Possuis tesouro dos olhos.
Movimenta-o no serviço e no estudo, provendo o próprio espírito de mais amplos valores, no setor do conhecimento que te aprimore.
Dispões da felicidade dos ouvidos.
Emprega-os na aquisição de ensinamentos edificantes que te possa, clarear o futuro.
Contas com a bênção da língua.Usa-lhe as possibilidades, emitindo o verbo sadio e fraternal, que te assegure a confiança e a simpatia dos outros.
Reféns contigo e a simpatia dos outros.
Reténs contigo o patrimônio dos braços.
Aplica-o na plantação do bem e surpreenderás abundantes colheitas de prosperidade e a alegria.
Guardas contigo o escrínio do coração.
Estende-lhe os recursos para escolher da vida os júbilos do amor, alicerce da ventura sonhada.
Nem sempre o corpo será um cruz a regeneração da alma.
Na maioria das circunstâncias, é a ferramenta com que o espírito pode talhar os mais altos destinos.
Não te preocupes  com o problema da abastança ou da carência de utilidades materiais, porque a riqueza e pobreza, à frente da Lei Divina, muitas vezes, apenas significam oportunidades de aperfeiçoamento e elevação.
Somente o trabalho sentido e vivido é capaz de gerar a verdadeira fortuna e acrescentá-la infinitamente e, por isso, amando a tarefa que o Senhor te confiou por mais inquietante ou singela, vale-te do tempo para enriquecer-te hoje de luz e amor, compreensão e merecimento, a fim de que o tempo não te encontre amanhã de coração fatigado e de mãos vazias.

Emmanuel

Do Livro: Dinheiro - FEB
Psicografia: Francisco C. Xavier

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CONTINUA SERVINDO

Supera todos os obstáculos e continua servindo.
Que a dor não te incomode além da justa preocupação.
Não repares, excessivamente, nos fenômenos que te acometem o corpo em constante desgaste.
É natural que o tempo te imponha limitações aos movimentos.
Harmoniza os teus pensamentos  e o teu espírito terá ascendência sobre a forma física em que te expressas.
Mesmo de saúde combalida, cumpre, na medida do possível, com as tuas obrigações cotidianas.
A inércia voluntária costuma ser fator agravante das chamadas doenças psicossomáticas.
Não repouses, pois, além do que te seja necessário ao pronto restabelecimento.
Se for o caso, reduze, sim, as tuas atividades, mas não as deixeis de todo.
Embora a passos vacilantes, caminha sempre.
O corpo acamado não te pode impedir de pensar no bem e de desejá-lo.
O espírito consciente encontra mil modos de ser útil e dinamizar a própria Vida. 


Irmão José

Do livro: Dias Melhores, LEEPP
Psicografia: Carlos A Baccelli

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

MUITO SE PEDIRÁ

Não nos esquecemos de que Conhecimento Superior traduz responsabilidade.
Ninguém vive sem contas.
Muito se pedirá amanhã do que hoje recebes.
Nas bases da vida moram a equanimidade e a justiça.
Não amassarás teu pão com a areia do deserto.
Não proverás Cântaro com os detritos do charco.
Recolherás o alimento da substância que te recebe carinho e sorverá a água pura da fonte que te merece cuidado.
Não jornadeies na Terra, indiferente ou distraído, como se atravessasses um campo inútil.
Não se confia a enxada ao lavrador para a exaltação da ferrugem, nem se entrega a máquina ao operário a fim de que se louve a preguiça.
A Natureza que sustenta o verme reclama-lhe serviço em favor do solo.
A indústria que tece o fio e o embeleza exigi-lhe segurança e cooperação..
Se aguardamos concurso do verme e do fio, por que haverá o homem de gastar os recursos da Terra, exonerados de compromissos?
E, se o cristão recolhe os dons do Alto, clareando-se lhe o discernimento, como não esperar dele a contribuição de amor, na sublimação da vida que o cerca?
Recebemos as possibilidades do Senhor para doá-las ao mundo em Seu Nome.
Mais esclarecimentos e mais fé significam para nós mais amplas obrigações.
Informados hoje, quanto à grandeza da vida, a estender-se triunfantes, além da morte, saibam viver no mundo de conformidade com os princípios redentores que nos felicitam a marcha.
Façamos em torno de nós mais tolerância, mais fraternidade, mais compreensão e mais otimismo, expressando em atos o tesouro de luz que nos brilha na inteligência e o nosso coração estará preparado a enfrentar o grande futuro, vitorioso e feliz, por haver entendido o tempo que muito se pedirá entre os anjos a quem muito recebeu entre as criaturas.


Emmanuel

Do Livro: Trilha de Luz IDE
Psicografia : Francisco C. Xavier

sábado, 10 de fevereiro de 2018

SEMENTES

"Cultivai essa árvore da vida, cujos frutos dão a vida eterna" (Allan Kardec, O Evangelho Segundo o Espiritismo Cap. 18, it 16 4º CELD)

Perguntas, muitas vezes, alma irmã: como ajudar em meio a trevas, como ajudar em meio a sofrimentos, como ajudar em meio à dor, como ajudar em meio à tempestade?
Diríamos que o serviço no bem é assim como se fosse uma semente pequenina. Esta semente passa pela mão do lavrador; ele a coloca na terra e ela a trata, ele a faz crescer, ele a faz produzir, mas quando ela produz....., quando ela produz.... ah! como as pessoas dela aproveitam!
Ninguém se lembrará, é certo, da pequenina semente, mas todos verão e aproveitarão dos frutos.
Os frutos como são importantes esses frutos! Tiram a sede, tiram a fome, embelezam os olhos.
Assim o nosso trabalho no bem: ele tem que trazer a tranquilidade para as pessoas e o veem; tem que trazer a água que dessedenta e tem que alimentar, também...
Nós, os que estamos trabalhado em nome do Divino Agricultor, nós , os que estamos com um mandato em nome do Divino Agricultor, nós continuamos a ser as sementes, mais e mais sementes.
Plantar para colher, embelezar para agradar, para transmitir segurança. Embelezar, plantar para alimentar...
Assim, queridos irmãos, sejam as sementes pequeninas que hão de brotar. E trabalhem, trabalhem muito para que, dessas semeaduras e para que desses frutos, alguns, talvez alguns poucos apenas, sirvam para fazer nascer novas árvores que deem por sua vez novos frutos....
Deus fique com todos, pequeninas sementes, mas tão poderosas, que continuam, hoje, a trazer sombra, água, cor, alimento.
Sementes pequeninas..., Deus abençoe a todas. 
Muita paz para vocês!
Que Deus nos sustente o ânimo.
Paz!


Do Livro: Focos de Luz. CELD
Psicografia: Altivo C. Pamphiro